Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

3ª Sessão Ordinária de 2020

Publicado em 18/02/2020 às 17:40 - Atualizado em 18/03/2020 às 17:05


Créditos: Noticiário Regional Baixar Imagem

A terceira sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores de Mondaí aconteceu na noite desta segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020, e registrou a entrada de diversas proposições.

O vereador Juvenil apresentou a Indicação 05/2020, sugerindo a demarcação de vagas de estacionamento para idosos, explicando, durante a discussão da matéria, que se trata de uma reivindicação tanto de pessoas, que por causa da idade, têm dificuldade de locomoção, quanto de outros munícipes que se apercebem dessa situação. Disse que essas vagas especiais são comuns em municípios vizinhos e que elas demonstram a consideração e o respeito que os idosos merecem em virtude do que já contribuíram ao município.

A Indicação 06/2020, de autoria da vereadora Selani, sugere melhorias no entorno da Praça dos Imigrantes. Ela mencionou que se trata de um entroncamento de diversas ruas com bastante tráfego que não estão adequadamente sinalizadas, além de mencionar a existência de bocas de lobo obstruídas e a necessidade de substituir um redutor de velocidade ineficiente, instalado em uma das vias. Explicou que se trata de reivindicações dos moradores próximos, que reclamam dos inconvenientes causados pelas situações por ela descritas.

Também deu entrada a Moção 01/2020, de autoria do vereador Elizandro e subscrita pelos demais vereadores, a qual manifesta apoio à Associação dos Praças de Santa Catarina (APRASC), que cobra do Governo do Estado a reposição inflacionária para a categoria, alegando que não recebe o reajuste desde o ano de 2014 e que acumula perdas de cerca de quarenta por cento nesse período.

Sobre esse assunto falou o representante da APRASC, Vilmar Lageano de Souza, que detalhou a situação e obteve o apoio dos vereadores por meio da aprovação da Moção, a qual será encaminhada ao Governo do Estado. 

O vereador Guido manifestou-se também durante a sessão para falar sobre uma reunião entre lideranças de municípios atingidos por barragens de que participou, informando que o tema abordado foi o aumento das tarifas de energia elétrica em geral e a retirada gradual do subsídio governamental da tarifa de energia rural, discorrendo sobre os efeitos disso para toda a sociedade. Incentivou o envolvimento dos consumidores na questão, por meio de uma declaração, cujo modelo deu a conhecer, e sugeriu a apresentação de uma moção conjunta pela Câmara de Vereadores de Mondaí, para repudiar essa situação.

O vereador Elizandro, em seu pronunciamento, manifestou sua insatisfação por causa da burocracia envolvida no processo de doação do patrimônio da escola de Laju pelo Governo do Estado ao Município, detalhando as diversas providências tomadas em nível municipal, e lamentou o descuido da Secretaria de Estado da Educação com os documentos encaminhados, que resultou, pela quarta vez, na impossibilidade de efetivação da doação, informando que o processo terá de ser reencaminhado após o ano eleitoral.

Ele também avisou que, em virtude do ponto facultativo decretado pelo prefeito, não haverá sessão da Câmara na próxima segunda-feira, dia 24 de fevereiro e que as Contas do prefeito, relativas ao exercício de 2018, serão julgadas no dia 16 de março de 2020, por meio da discussão e votação do Projeto de Decreto Legislativo 1/2020, da Comissão de Finanças, Orçamento e Contas, que também deu entrada na sessão do dia 17 de fevereiro corrente. A próxima sessão ordinária acontece no dia 2 de março de 2020, às 19 horas.

 

Por Ivoni Bock

Assessora Legislativa.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar