Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4
Acessibilidade 5 Alto contraste 6

20ª Sessão Ordinária de 2020

Publicado em 07/07/2020 às 17:56 - Atualizado em 10/07/2020 às 11:13

A vigésima sessão ordinária de 2020 da Câmara de Vereadores de Mondaí, ainda realizada em ambiente virtual, foi transmitida ao vivo pelo Facebook na noite da segunda-feira, 6 de julho.

Na ocasião foi registrada a entrada de um importante projeto de lei, originado do Executivo Municipal, cujo objetivo é instituir o Programa de Amparo a Atingidos por Intempéries Climáticas no Município de Mondaí, adequando a legislação para possibilitar um auxílio mais efetivo do Poder Público aos munícipes eventualmente atingidos por fenômenos climáticos ou outros acontecimentos danosos.

O projeto foi despachado para a análise das comissões e deve ser apreciado em breve, principalmente em vista dos recentes acontecimentos relacionados à passagem do chamado ciclone bomba pela região.

Também foi apresentada uma indicação, de autoria da vereadora Selani Bruch, que sugeriu a realização de um estudo quanto à situação estrutural da ponte sobre o Riacho Capivara, localizada na Rua Estrela, a pedido demoradores preocupados, conforme explicou por ocasião da discussão da matéria, posteriormente aprovada por unanimidade.

Aprovado da mesma forma foi o Projeto de Lei Ordinária 6/2020, que previa abertura de um crédito especial no orçamento do Município para a aquisição de um veículo para o Corpo de Bombeiros de Mondaí, o qual, segundo esclarecido pelo vereador Roberto Bernardy, será uma ambulância, que se constituirá em mais uma opção de socorro em caso de necessidade.

Durante a sessão vários vereadores fizeram uso da palavra para abordar assuntos de interesse, principalmente relacionados às intempéries ocorridas recentemente no município e os danos delas resultantes.

O vereador Elizandro Mainardi comentou inicialmente a liberação de uma emenda parlamentar de duzentos mil reais do senador Jorginho Mello para o Município, destacando tratar-se de recursos destinados às ações relacionadas à covid-19. Depois falou sobre os estragos causados pelo vendaval que atingiu o município, chamando atenção especialmente ao excelente trabalho de ajuda prestado por muitos servidores municipais e outros voluntários aos munícipes afetados, elogiando-os por isso e manifestando sua satisfação por não ter havido nenhuma morte, apesar das consideráveis perdas materiais.

O vereador Guido Kappes, falando sobre o mesmo assunto, destacou que a tempestade em si não causou grandes estragos nas comunidades de Catres e arredores, mas disse que houve prejuízos significativos decorrentes da falta de energia elétrica que, em algumas localidades, chegou a mais de cinquenta horas, afetando também o abastecimento de água. Reconheceu que, apesar do esforço dos funcionários da empresa de energia, a demanda foi muito superior à capacidade de atendimento dela e ressaltou a necessidade da solidariedade com os atingidos e de políticas públicas voltadas para essas situações. Finalizou fazendo uma analogia entre a situação atual e aquela das enchentes de 2014, sugerindo uma reflexão quanto às similaridades dos fatos e às atitudes de alguns frente aos resultados de ambos, reiterando que, independentemente da posição, todos estão sujeitos a tais ocorrências e que a solidariedade é o que de fato importa.

O vereador Roberto Bernardy fez um breve relatório sobre os danos causados pelo vendaval, citando a queda das torres de transmissão da rádio local e da repetidora de televisão, além de estragos em diversas empresas e em cerca de cento e trinta casas atingidas, com enorme prejuízo para o município, destacando que a Administração Municipal, além das ações emergenciais executadas, já entrou em contato com a Defesa Civil estadual para obter recursos para auxiliar os munícipes afetados. Também comentou a falta de energia elétrica em comunidades do interior, mencionando que em situações normais isso já é comum, mas elogiou o esforço da Celesc, que disponibilizou três equipes para fazer os reparos e reestabelecer a energia.

O vereador Volmir Miotto informou que a Administração Municipal realizará a licitação para ampliação da Sede do Grupo Escoteiro Yucumã, destacando que se trata de viabilizar um local mais adequado para as atividades das mais de 100 crianças e jovens atendidos pelo grupo, que já faz parte da história de Mondaí.

Também falou sobre o temporal que atingiu o município e sobre as dificuldades da Celesc em atender às ocorrências de falta de energia, tanto no interior quanto na cidade de Mondaí, em virtude da extensão dos danos em todo o estado e elogiou a Administração Municipal e os servidores envolvidos no trabalho inicial de socorro aos atingidos pelo fenômeno.

A próxima sessão será realizada no dia 13 de julho de 2020, às 19h.

 

Por Ivoni Bock,

Assessora legislativa.